Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sobre tudo e sobre nada.

A minha alimentação nunca foi de todo vegetariana

a-minha-alimentacao-celinaporai.jpeg

Há muito que como carne, peixe, ovos, leite, etc... mas sempre notei que não consumo as quantidades "normais" que as outras pessoas consomem. Quanto estive no meu peso máximo comia muito, mas muito mesmo e, na maioria das vezes eram somente porcarias.

Certo dia subi para a balança e decidi que não iria passar daquele peso. Comecei a comer algumas coisas que não gostava: alface, tomate, cenoura, sopas no geral, entre outras coisas. O meu consumo de carne diminuiu e, agora que penso ser o auge da informação onde se fala tanto sobre alimentação, comecei a analisar as minhas refeições, a maioria dos dias não toco sequer em carne, peixe ou derivados.

Algumas pessoas já me questionaram se sou vegetariana e, quando respondo, obtenho sempre outra pergunta que inclui algo como "mas pretendes ser?". A minha resposta é sempre a mesma: tenho uma alimentação igual à dos meus antepassados. Eles viviam no campo e comiam aquilo que tinham semeado. Dias de festa havia sempre carne. Assim sou eu. Não irei de todo deixar de comer carne e, quando me refiro a carne, estou a referir-me a porco, frango e peru, são os únicos que como, quando como... Sinto falta de carne? Não propriamente, mas não acho que seja necessário de todo retirar isso da nossa alimentação. Uma redução valente penso ser suficiente (por agora).

Confesso que me faz confusão ver pessoas que comem diariamente carne ou peixe em todas as refeições do dia. Faz-me ainda mais confusão quando vejo que essas pessoas viveram numa época em que carne era somente em dias especiais. Não há necessidade disso. Parece-me que querem recuperar o "tempo perdido" de quando não podiam comer por não haver dinheiro ou, quando comiam, tinham que dividir por não sei quantos irmãos. Faz-me ainda mais confusão quando me dizem que o padrão de pessoa saudável é aquela que é gorda, pois o magro "tem cara de fome"... não, está tudo errado. Não é assim que funciona.

Portanto, a minha alimentação nunca foi de todo de "pessoa normal" (entenda-se por isso os padrões de que se come carne em todas as refeições do dia e, todos os dias) e nunca foi de todo vegetariana, por isso, digamos que estou assim num meio termo.

* Créditos da foto aqui.