Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sobre tudo e sobre nada.

A motivação para fazer exercício físico

primeiro-dia-treino.jpeg

Ontem fiz uma publicação sobre o desafio desta semana da Ana onde a ideia era indicarmos uma área da nossa vida que queremos mudar. Pensei sobre o assunto porque na minha cabeça não havia nada que eu quisesse mudar, claro que podemos sempre fazer mudanças para melhorar mas eu queria algo que fosse necessário uma mudança extrema. Cheguei à conclusão do exercício físico, aquela área em que muitas pessoas arranjam sempre desculpas para fugir, assim como eu.

Quando chego a casa após estar "trancada" dentro de um escritório o dia inteiro, não tenho paciência... "Ah mas podes treinar pela manhã!" Certo, concordo, poder posso, mas de manhã o meu rendimento é quase nulo. Sei que o melhor momento do dia para mim é durante a tarde ou ao final do dia. Só que dava preguiça.

Nessa publicação de ontem, eu referi que "vou tentar", até foi a última frase do texto. Recebi um comentário do blog #assimpordefeito onde me indicava que não devemos utilizar a palavra tentar porque irá ser interpretada pelo nosso cérebro como uma negação, ou seja, algo que não somos capazes de fazer. Isso fez todo o sentido e nunca me tinha apercebido de tal coisa...

Comecei a pensar em como eu estava a negar algo que sei perfeitamente que consigo fazer. Chego a casa cansada, mas é um cansaço que não é físico, cansada de estar em frente a um computador... sentada. Quando chego a casa o que faço? Fico sentada, pode não ser em frente a um computador mas sento-me. Resumo dos meus dias em uma só palavra: sentada.

Isto aconteceu de manhã e eu continuei a pensar em como posso fazer tudo diferente. Na minha hora de almoço tirei uns minutos para ir ao Instagram e por um acaso decidi procurar pela conta de uma pessoa, o Victor Monteiro que faz parte da NetoLab. Até aí tudo bem, ele costuma fazer alguma publicações, tinha histórias também, então decidi seguir. Passado uns minutos vi que ele iria fazer uma live enquanto caminhava e decidi participar. Pelo que entendi, a ideia dele é fazer essas lives para motivar outras pessoas a fazer algo nem que seja a caminhar e, se for naquele momento tanto melhor.

Lá estava eu a ver a live e havia algumas pessoas a fazer questões sobre exercício físico, decidi colocar uma também, onde perguntava sobre motivação. Expliquei de forma rápida que passo o dia sentada e que queria mudar isso, que só me faltava motivação. Ele leu a minha questão no meio de tantas outras e respondeu que posso deixar já tudo preparado a nível de roupa, sapatilhas, etc... e que deveria pensar em algo que posso "fazer" enquanto treino. Isto é, no caso dele, ele caminha enquanto faz as lives. Eu poderia ver de algo que possa ter como motivo para treinar. Entendi o propósito e continuei a pensar no assunto.

Se existem coincidências esta foi uma delas. Se não existem coincidências então isto era mesmo algo a dizer-me para mudar.

Assim foi, cheguei a casa, toquei logo de roupa e fui para a passadeira. Não é que eu não a use, só que se num mês a uso 15 vezes, no mês seguinte fica parada. Não tinha uma rotina...

Não fiquei lá por muito tempo, 30min e uma velocidade quase constante de 6km/h. Não é muito mas é mais do que estar sentada. Intercalei caminhada com corrida pois eu tenho muita facilidade em caminhar mesmo que de uma forma rápida. O meu maior problema é a corrida, se tento correr 5min seguidos à mesma velocidade de uma caminhada rápida, já fico super cansada.

E quanto à motivação extra que o Victor indicou? Pois bem, assisti a uma live no YouTube onde um grupo de amigos jogava Pico Park, já tinha pensado em ver essa live quando chegasse a casa, independentemente do que iria estar a fazer enquanto assistia. O facto de serem muitas pessoas a jogar ficou engraçado porque havia sempre alguém que estragava tudo. Mas a minha motivação não é para ser essa, a minha ideia é assistir a uma novela enquanto treino. Tal como já publiquei aqui no blog, eu vejo muitas novelas brasileiras, a minha ideia é "obrigar-me" a estar em movimento enquanto vejo os episódios e só ver mesmo enquanto treino. Sem treino não há novela.

Esta mesma foto que está no início da publicação, coloquei-a numa história do Instagram e enviei um pequeno texto para o Victor onde agradecia pela dica, embora que seja uma dica simples mas por vezes precisamos que alguém nos "dê o toque para acordarmos". Ele respondeu e disse-me que ficou feliz por isso.

Agora é continuar!

9 comentários

Comentar post