Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sobre tudo e sobre nada.

Como mudei o meu corpo em 20 dias

No dia 1 de maio iniciei uma aventura à qual chamei de "Perder peso". Na verdade o peso é o que menos me importa e o que queria era "moldar" o meu corpo. Estava a sentir-me inchada e o foco era mudar isso. Claro que se o peso diminuísse era um bónus...

Como já sei de experiências anteriores e de outras pessoas que acompanhei na sua luta por perda de peso, muitas vezes o valor na balança continua, mas o corpo muda. Uma das formas mais fáceis de analisar isso é através de fotografias, pois se for apenas pela balança, podemos não ver grandes diferenças. Para me "obrigar" a fazer exercício físico fui publicando a minha rotina no blog que podes ver em detalhe aqui. Com as publicações diárias eu sentia a necessidade de me justificar e, não queria mentir, por isso, tudo o que fiz coloquei no blog. Houve dias que não fiz exercícios, houve dias em que comi mais doces. Os primeiros 16 dias estão todos documentados de uma forma breve onde indico o tipo de treino e a minha alimentação. Uma nota muito importante: não tenho qualquer formação e não tive acompanhamento durante estes dias, acredito que tenha cometido erros, se tiverem dicas ou conselhos podem deixar nos comentários, qualquer ajuda será muito bem-vinda.

No dia 1, antes de começar o treino, tirei fotografias e pesei-me. Guardei as fotografias para uma semana depois fazer uma comparação lado a lado. Nessa primeira semana fiz exercícios da Chloe Ting e utilizei a passadeira. Não treinei todos os dias e tal como me tinha prometido, não iria cortar os doces de forma completa.

No início da segunda semana voltei a subir na balança e tirei novas fotografias para colocar lado a lado e este foi o resultado:

1vs2_1.jpg1vs2_2.jpg1vs2_3.jpg

 

O meu corpo mudou e eu não iria conseguir ver isso se não tivesse estas fotografias. O peso é o que menos me incomoda mas também ele mudou.

Continuei com os treinos que novamente não ocorreram de forma diária e no início da terceira semana o resultado foi este:

2vs3_1.jpg2vs3_2.jpg2vs3_3.jpg

O meu corpo já não mudou tanto mas ainda assim notam-se pequenas diferenças.

Mais uma semana e mais um conjunto de fotografias:

3vs4_1.jpg3vs4_2.jpg3vs4_3.jpg

Nesta quarta semana as diferenças já são mesmo poucas, ainda assim eu noto sempre que elas existem principalmente nas ancas que é sempre a minha zona crítica.

Uma comparação entre o dia 1 e o dia 20 nota-se claramente o que mudou:

1vs4_1.jpg1vs4_2.jpg1vs4_3.jpg

Quanto à balança, o que ela registou foi:

balanca.jpeg

Por cada registo eu consegui ver as alterações a nível de gordura e músculo, claro está que perdia de um lado e ganhava do outro, por isso o peso não mudou muito e se não fossem as fotografias eu ficava com uma ideia errada.

Quero com isto mostrar que é possível, basta incluir algum tipo de treino na nossa vida. Não precisa ser diário e nem necessita de dietas malucas, comi doces todos os dias sem excepção!

O facto de ter colocado no blog tudo aquilo que ia fazendo no meu dia-a-dia foi importante por vários motivos, o primeiro foi o que mencionei no início da publicação, pois eu sentia obrigação em justificar o que tinha feito no dia anterior. Por outro lado, fiquei com um registo do que fiz, do que não fiz, do que comi e das fotografias. Mas o mais importante foi ler os comentários de quem me acompanhou nesses dias, todas as mensagens de força que me foram enviadas foram uma parte mesmo muito importante. O incentivo pode mudar tudo!

Volto a reforçar a ideia de que não tenho experiência nem formação em perder peso ou algo semelhante. Tenho algum conhecimento sobre o meu corpo de experiências passadas por isso eu já tinha alguma ideia do que consigo ou não fazer e do que me pode ou não trazer resultados. É tudo uma experiência, não custa tentar...

Obrigada pelo apoio! Já parei com as publicações diárias mas continuo aqui com a minha rotina de exercícios. Cada dia é uma nova aventura e vou continuar com as fotografias mesmo que a diferença seja mínima ou nula.

Nota: as fotografias são minhas. Qualquer publicação que não seja neste blog não foi autorizada.

1 comentário

Comentar post