Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sobre tudo e sobre nada.

Quando te habituas ao silêncio...

existe-mesmo-a-lei-do-silencio.jpg

Há uns tempos que me habituei ao silêncio, aliás, eu sempre gostei dele, mas ultimamente vivo num ambiente onde há muito silêncio e tudo se transforma num hábito.

A minha cabeça não gosta de grande confusões, quando fica exposta a algo que não lhe é familiar ela "berra" e eu sofro com a dor. O constante movimento que existia na minha vida foi diminuindo e transformou-se em silêncio. Sempre que estou num local barulhento ou muito agitado noto logo que não pertenço ali, pelo menos a minha cabeça não me deixa esquecer disso. Claro que não é por ir a uma festa que me faz confusão, o que não gosto é barulho de pessoas a falar sem moderarem o tom, seja numa sala ou num restaurante.

Mas e no trabalho? Por sorte trabalho numa empresa bem calma a esse nível, não existe barulho algum, cada um está na sua mesa a realizar as suas tarefas, se alguém falar é num tom normal, sem grandes alaridos. Além disso, tenho a sorte de ter escolha e poder optar por me deslocar ao escritório ou ficar em casa.

Aquilo que aconteceu é que do nada veio uma avalanche que mudou toda essa dinâmica que tínhamos. Avalanche essa que mais do que duplicou as pessoas no escritório, durante uma semana. Quando soube disso nunca me lembrei que o silêncio acabaria e que a minha cabeça só me iria dizer para ficar em casa. Mas foi o que aconteceu. Do nada toda a nossa dinâmica, todos aqueles momentos em que já sabíamos o que cada um iria fazer, onde se iria sentar e a que horas o faria deixou de existir dando lugar a nada mais do que barulho. Sim, muito barulho. Cadeiras a arrastar, pessoas a falar, rir, enquanto os restantes estavam com as suas tarefas.

Sei que este é o dia-a-dia de muitas pessoas mas tal como o título diz, quando nos habituamos ao silêncio... já não queremos mais nada do que apenas ele. Como tenho opção decidi ficar em casa.

Por vezes nem nos damos conta da sorte que temos, das coisas boas que temos e que muitas outras pessoas não têm. Eu posso escolher e ficar em casa para não ter dores de cabeça nesta situação, mas muitas outras pessoas não o poderiam fazer...

* Foto de capa retirada daqui.